Prefeito reduz próprio salário e de mais de mil servidores

Em épocas de crise, o prefeito Toninho Fenelon (PSC), de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, sancionou lei que deve gerar economia anual de cerca de R$ 4 millhões.

Ele reduziu em 10% os salários dele próprio, do vice, 21 secretários e outros cerca de mil servidores, entre comissionados e funcionários que recebem função gratificada.

A medida já passa a valer para os vencimentos de janeiro.

Como justificativa, Fenelon disse que tomou a medida porque o município ainda sente o reflexo da crise na arrecadação.

(fonte: Só Notícia Boa)